top of page

É urgente: cancela o teu medo do medo!

Atualizado: 2 de mai.


Detalhe artigo blog Caroline Bamba M'Boua

O medo que na pré-historia permitiu a espécie humana sobreviver, hoje nos mata a fogo brando. Nós seres humanos do século XXI transformamos um reflexo de sobrevivência e intuição, em reflexo de auto-destrução. É urgente cancelares o teu medo do medo.


É como morrer.cancela o teu medo do medo!

Se ontem o medo era desencadeado pela percepção de um risco de morte física, hoje é um receio de outro tipo de morte que não física: medo de morrer socialmente, medo de morrer na estima de alguém, medo de morrer financeiramente, profissionalmente,...you name it!


Como se empreenderes mudanças na tua vida, fosse inevitavelmente equivalente a morrer...fisicamente. Ora na verdade a mudança implica apenas a morte de um estar obsoleto (que não te serve mais) para a emergência de um novo estar, necessário. Então que tal finalmente reconhecer e aceitar que não se trata de morte mas simplesmente de vida: novas escolhas levam para novos caminhos.


O mais letal dos medos.cancela o teu medo do medo!

Agora preciso chamar a tua atenção sobre o seguinte: sabes qual dos medos é o mais letal? O medo do medo! Ele te convida a nunca olhares para o espelho afim de evitar toda confrontação com os teus sinais de insatisfação. Pois estes sinais desencadiariam uma reflexão, medos e o pior de tudo...escolhas.


Os teus melhores amigos.cancela o teu medo do medo!

Agora vamos passar para o "real talk": quando no início dest artigo afirmei que o medo nos mata a fogo brando, na realidade não é bem o medo que nos mata mas sim a nossa percepção e gestão do mesmo.

Em função da tua percepção e gestão, o medo pode tornar-se um medicamento ou um veneno.

Quem participou ou participa as minhas palestras, programas e mentorias sabe que a minha recomendação é: "Toma chá com os teus medos. Com calma e um por um, pergunta-lhes: quem são os seus pais? O que ele quer na vida? ... Os teus medos são amigos que apontam para um elemento a talvez aprofundar".

É primordial destacar que existem outras formas de lidar com os medos, através de abordagens não mentais que se conectam com os corpos mais suteis. Estas abordagens reconhecem que os medos não residem apenas na mente, mas também se manifestam no corpo e no espírito. Ao explorar estas perspectivas, podemos descobrir novas maneiras de compreender e transformar os nossos medos, permitindo-nos avançar com mais confiança e autenticidade em direção aos nossos objetivos de vida.


Nós não queremos evitar o medo, queremos saber lidar, gerir e usufruir do mesmo. Ele ajuda a construir potenciais novas vias.


As poderosas.cancela o teu medo do medo!

Partilho a seguir poderosas perguntas  que te ajudarão a esclarecer as tuas ideias quando lidares com um medo:

  • Este medo é meu ou é adquirido? Foi-me transmitido pelos meus pais, sociedade, medias,...?

  • É um medo baseado em uma realidade factual ou em projeções e estatísticas não verificadas ou inexistentes?

  • Que ferramenta, ou recurso, me pode ajudar a mitigar os riscos?

  • Quem me pode ajudar ?

  • Posso reduzir o meu nível de exigência ?


 

Que a jornada para a tua realização pessoal seja repleta de descobertas e crescimento.

Se gostaste deste artigo, coloca o teu like❤️ e partilha com outras mulheres!


Até em breve.


Saudações moleculares.

Assinatura Caroline Bamba M'Boua

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page