• Georgina Angélica

A constante dúvida

Vivemos uma dúvida constante, sem sabermos se as escolhas que fazemos para nós e para os nossos filhos são as melhores, as que nos trarão mais felicidade e paz.



O estado de incerteza intensifica-se á nascença dos nossos filhos, será que serei uma boa mãe, como vou gerir a minha vida a partir deste momento, quando terei algum tempo para mim, para respirar sem estar constantemente preocupada com alguma coisa? Para mim, essas dúvidas são uma oportunidade de olharmos para dentro de uma forma mais profunda, para o nosso passado e para o nosso presente, uma oportunidade de cura e de libertação.

Ser mãe é um presente maravilhoso, mas não significa que todos os desafios que enfrentamos até esse momento dissipar-se-ão com o nascimento de um novo ser, muito pelo contrário, a sensação é de acréscimo de responsabilidades e deveres á longa lista que já existia nas nossas vidas. E agora? O que faço a este turbilhão de sentimentos que me assolam e devassam? Como cuido se ainda não cuidei verdadeiramente de mim? Aprender a Amar sem esperar nada em troca é uma ilusão ou realidade?

Será possível aceitar que a vida terá outros contornos, outras responsabilidades sem nos perdermos de nós mesmas? Vamos esperar até os filhos serem crescidos para resgatarmos a nossa ‘liberdade’?

Ser livre e curar-me, para mim significa estarmos em paz com as nossas escolhas e auto-responsabilizarmo-nos por elas, sem culpas ou arrependimentos. Aceitarmos que não podemos voltar atrás, mas que podemos fazer diferente da próxima vez.

O caminho é cuidarmos dos nossos filhos da melhor forma possível, tendo consciência que é uma jornada de aprendizagem para nós e para eles, afinal ninguém nasce programada para ser mãe, é um desejo de muitas, mas não vem com livro de instruções. Respeito muito quem decide não embarcar neste caminho da maternidade, afinal existem várias formas de sentirmos a maternidade, seja ela qual for, o importante é estarmos em paz com as nossas escolhas, esse sim é o caminho para a felicidade e para a paz.

Acredito que sempre existirão dúvidas, incertezas, hesitações e podia acrescentar uma longa lista de sinónimos da mesma palavra, mas o ponto é que não acredito que as dúvidas deixarão de existir, mas sim que nos levarão a uma busca constante de sermos melhores como mães e mulheres e isso chega-me e espero que te chegue a ti.

Um dia alguém muito sábio disse 'caminhar caminhando', pois não é a vida isso mesmo, aprender enquanto caminhamos?

9 visualizações

CONTACTE-NOS

info@suave-molecula.com

+351 913 705 372

Ruela Massano Amorim, casa 304, Chicala, Luanda, Angola

SIGA-NOS

Copyright Suave Molécula @2019. Todos os Direitos Reservados