• Georgina Angélica

Ensino pré-escolar...Inovar?

Não é novidade, ou espero não ser, que a base de toda a Educação começa na primeira infância. Como podemos construir seja o que for sem um investimento sério e contínuo na base de qualquer estrutura.

Uma das metas do quarto objectivo de desenvolvimento sustentável é assegurar que até 2030 ocorra um progresso na qualidade da primeira infância, cuidados e educação pré-escolar. Vamos lá a esmiuçar o que isso pode significar para a gestão dos centros infantis e para o bem estar das crianças.

Gestores agora é o momento de fazer diferente e de querer genuinamente fazer algo diferenciador para que os resultados surjam consistentemente. Medirem continuamente esses resultados é vital para avaliarem o sucesso das práticas pedagógicas em vigor e o que precisa ser mudado.


Para progredir é necessário inovar. Para inovar é necessário aprender e para aprender devemos aceitar que o conforto deixa de estar presente por algum tempo. Liderar equipas educativas pressupõe de acordo com a minha experiência criar momentos de escuta activa para perceber onde actuar eficazmente, seja com encontros frequentes com os líderes de equipa para diagnosticar as necessidades dos educadores e das crianças, seja a observar e avaliar o que está a acontecer nas salas e principalmente ouvir o que a criança tem a dizer, pois elas são o melhor barómetro daquilo que deve estar a ser feito. Não podemos esquecer de incluir os pais nestes momentos de auscultação.

Se a missão é o bem estar das crianças que habitam os espaços educativos existem estratégias que não podem ser ignoradas, e cabe aos gestores e líderes de equipa assegurar que instrumentos de observação, reflexão, trabalho de equipa e avaliação são adequados ás necessidades de aprendizagem das crianças.


Um gestor necessita de incessantemente reflectir sobre as suas práticas e sobre que gestor e líder precisa ser para as suas equipas, a quem delegar, como usar os recursos que possui eficazmente e sábiamente. Para que tal aconteça, o gestor deve criar formas de apoiar as suas equipas a estarem a par daquilo que acontece em outros contextos nacionais e internacionais para se inspirarem a inovar e renovar, mas acima de tudo a entenderem melhor quem, o quê, onde, quando, porquê e como - premissas fundamentais para melhorar e inovar o ensino pré-escolar e naturalmente as outras fases de ensino. Os centros infantis e escolas mais inovadoras são aquelas que prestam particular cuidado á metodologia, á forma como as aulas e espaço educativos são adaptados aos diferentes alunos, aos compromissos de aprendizagem celebrados entre o aluno e o professor e á autonomia dada ao aluno.

O ensino pré-escolar é erroneamente encarada como uma fase menos importante na vida de uma criança, por se desvalorizar o poder de aprender a brincar. E como uma coisa leva a outra o investimento acaba sempre por ficar aquém daquilo que é necessário. Vejam o tão divulgado exemplo da Finlândia, o investimento que a todos os níveis são aplicados no ensino pré-escolar dão frutos muito suculentos em todo o percurso académico.


Quando se tem como objectivo o desenvolvimento do ensino pré-escolar, não se deve deixar para segundo plano o bem estar daquele que educa, mais uma vez como pode uma estrutura crescer sólida e robusta se quem a eleva não detém as ferramentas necessárias para executar um trabalho de qualidade.

4 visualizações

CONTACTE-NOS

info@suave-molecula.com

+351 913 705 372

Ruela Massano Amorim, casa 304, Chicala, Luanda, Angola

SIGA-NOS

Copyright Suave Molécula @2019. Todos os Direitos Reservados